skip to Main Content
Como Emitir Nota Fiscal Paulistana?

Como emitir nota fiscal paulistana?

Todos os prestadores de serviço são obrigados a emitirem notas fiscais referentes às suas operações. A nota fiscal é um documento que comprova a prestação de serviço e é base para recolhimento dos impostos. 

No município de São Paulo todos os prestadores de serviço devem emitir a nota fiscal através do sistema da prefeitura. Saiba a seguir como emitir a nota fiscal paulistana!

Cadastro na Prefeitura

Primeiramente, é necessário para emitir notas fiscais, que a empresa esteja devidamente registrada e que tenha feito o registro na Prefeitura, no chamado CCM (Cadastro de Contribuintes Mobiliários). Também é necessário que nesse cadastro tenham sido informados corretamente os códigos referentes aos serviços que serão prestados. 

Em seguida, é preciso verificar o acesso ao portal, que pode ser feito com Certificado Digital. Caso não tenha certificado, a empresa pode solicitar a Senha Web. Essa solicitação é feita pelo próprio site da prefeitura de São Paulo, e deve ser desbloqueada presencialmente no órgão. 

Após a obtenção da senha é possível acessar todos os serviços que a prefeitura disponibiliza através da internet.

A emissão da nota fiscal

A emissão da nota fiscal paulistana deve ser feita através do portal www.nfpaulistana.prefeitura.sp.gov.br. Após fazer o login com sua Senha Web ou certificado digital, acesse o menu à esquerda, clique em “Emissão de NFS-e”.

Confira Nossos Serviços - Escritório de Contabilidade em São Paulo | Tamarthi Assessoria Empresarial

Seguem os campos a serem preenchidos para emitir nota fiscal paulistana:

  1. Prestador do serviço: informar os dados da sua empresa;
  2. Local de incidência e natureza da operação: verificar conforme a atividade; 
  3. Tomador do serviço: selecionar o apelido ou CNPJ do cliente;
  4. Código do serviço: selecionar o código que corresponda ao serviço prestado (as opções aparecem de acordo com o CCM);
  5. Discriminação dos serviço: texto livre para descrever o serviço executado, período, data de vencimento, e o que mais julgar necessário; 
  6. Valor total do serviço: inserir o valor total combinado com o cliente;
  7. ISS Retido: selecionar sim ou não, conforme a responsabilidade de recolhimento do imposto; 
  8. Informações complementares: neste campo devem ser indicadas as retenções de impostos e contribuições federais, caso seja devido. 

Depois é só conferir todos os dados e clicar em “Emitir”.