skip to Main Content
Fluxo De Caixa Para Restaurantes: Melhore O Seu Com Estas “5” Práticas Simples E Descomplicadas

Fluxo de caixa para Restaurantes: Melhore o seu com estas “5” práticas simples e descomplicadas

Você está buscando noções de controle de fluxo de caixa para restaurantes, para cada dia gerir de forma mais eficiente seu estabelecimento gastronômico?

Então, este artigo é mesmo para você. Acompanhe!

A gestão do fluxo de caixa do restaurante é um aspecto essencial para a saúde financeira do negócio. 

E na maioria das vezes, é onde está o maior desafio da empresa, no seu caso, do seu restaurante! Por isso, pensando em revelar hoje, algumas orientações valiosas e preciosas para fazer a gestão de restaurante, é que nós vamos fazer essa abordagem para todo o sucesso que você deseja e pode ter!

Vamos lá!

1 – Fluxo de caixa para restaurantes: projeção mínima

As demandas em restaurante podem mudar de uma hora para outra, concorda?

Por isso, é preciso estar bem preparado e não se deixar abater, mas sim se preparar sempre da melhor forma. Por isso, a indicação que damos aqui, é justamente você projetar o seu fluxo de caixa, por no mínimo 3 meses.

O que você precisa fazer?

  • Registrar o saldo inicial – de acordo com o valor em caixa registrado na data.
  • Da mesma forma, as entradas, saldos operacionais e saídas devem obedecer às datas.
  • Deve-se colocar também o saldo final, que é a soma do saldo inicial, mais o operacional. 

2 – Registro das entradas e saídas previstas

Será necessário fazer discriminação de todas as origens das receitas, pois sem esses dados, como você saberá o que está tendo maior saída em seu restaurante?

Não basta apenas somar os valores vendidos do dia, mas é preciso listar as refeições e bebidas mais saídas, bem como todas as entradas do caixa, devem também ser classificadas, como:

  • Se em dinheiro.
  • Se em cheque.
  • Se em pagamento com cartão.
  • Se por meio de duplicatas.
  • Entre outros.

3 – Leve em consideração as despesas gerais e pontuais

Tudo deve constar no fluxo de caixa para restaurantes. Isso quer dizer que, pagamentos a fornecedores, empregados, comissões, vendedores, despesas com marketing, veículos e quaisquer outros serviços ou demandas, devem ser inseridos. 

4 – Preste atenção nos detalhes…

Sabemos que com tanto a se fazer, gerir e pensar, é preciso redobrar a atenção em alguns pontos, para não ser confundido.

Por exemplo, cuidado para não contabilizar os extratos bancários, como dinheiros em contas cheques que podem ou não ser devolvidos ou ainda que podem ser de pagamentos não realizados. Com toda certeza, é preciso um acompanhamento minucioso e bem atencioso!

Pois somente dessa forma, é possível minimizar os impactos com clientes com pagamento em atraso e com falhas nas cobranças, por exemplo. 

5 – A Importância da contabilidade para restaurantes

Com uma visão acurada do mercado e do negócio do cliente, a contabilidade especializada em restaurantes, é capaz de transformar dados em conhecimento, fazendo também a gestão financeira das empresas e gerando diversos outros valores, recursos, economias e vantagens para restaurantes!

Quer saber todos os benefícios que você pode ter conosco?

  • Redução de custos.
  • Maior lucratividade.
  • Menos impostos.
  • Melhor performance.
  • Entre outros. 

Portanto, quiser falar sobre como abrir um restaurante em São Paulo, ou sobre o fluxo de caixa para restaurantes, e se o WhatsApp for um bom canal para você, “clica” no botão abaixo que tem um especialista pronto para te atender. 

Com certeza, poderemos te ajudar!

Até breve…

WhatsApp

Ainda possui alguma dúvida? Que tal entrar em contato com a Tamarthi Assessoria Contábil?

Somos uma Contabilidade no Centro de São Paulo, especialistas no seu negócio para ajudá-lo.

Será um prazer conversar!

Acesse nosso Facebook: @tamarthiassessoria

Sucesso e até logo.

Assine nossa newsletter

Receba dicas valiosas para o seu negócio semanalmente!