skip to Main Content
Quais Os Benefícios Sociais Provindos Do Terceiro Setor?

Quais os benefícios sociais provindos do Terceiro Setor?

Entenda mais sobre o Terceiro Setor e quais são os benefícios sociais do campo

O que é necessário para uma sociedade mais justa? Quem deveria defender as causas sociais? Essas e outras questões circulam no pensamento popular. E se existisse uma área responsável por cuidar de demandas específicas da população? Pois existe!  

Para entender melhor sobre o Terceiro Setor, é necessário saber sobre o que vem antes dele. 

O Primeiro Setor é o que se refere ao Estado, incluindo entidades oficiais e políticas. O Segundo Setor é o da esfera privada, o qual visa o lucro com sua própria organização e leis de mercado. 

O Terceiro Setor é organizado pela sociedade civil, e lida diretamente com questões públicas e sociais. Agora, chegou a hora de entender melhor sobre ele e os benefícios sociais que gera para a população.

Características do Terceiro Setor

O Terceiro Setor é amplo na sua atuação e benefícios sociais para a população. Ele passa a existir a partir da falta de ações da esfera pública para resolver problemas sociais, para isso é melhor organizado por:

Fundações

Geralmente são financiadas por empresas particulares. São instituições com a responsabilidade de arrecadar e financiar fundos para o Terceiro Setor. Costumam ser criadas por bancos e grandes empresas que investem no seu perfil social.

Entidades Beneficentes

Atuam em ações filantrópicas de diversos campos. Com ações, reparam problemas sociais, como fome, pobreza, situações de emergência – no período de chuvas, por exemplo, quando um grande acidente ou algum fato inesperado ocorre.

Fundos Comunitários

Contribuem com a distribuição de recursos de doações para uma ou mais entidades sociais, com o objetivo de solucionar um problema.

Entidades sem fins lucrativos

Empresas que vivem de doações ou de renda própria que é revertida em ações sociais. 

ONGs

As Organizações Não Governamentais, popularmente conhecidas como ONGs, buscam reivindicar direitos e defender opiniões. Trabalham, principalmente, em cima de questões pouco ex